Saber sobre: Ocorrências de Pragas em Áreas Aeroportuárias

Introdução

Ocorrências de Pragas em Áreas Aeroportuárias

As áreas aeroportuárias são locais propícios para a proliferação de pragas devido à grande movimentação de pessoas e mercadorias. Dentre as pragas mais comuns encontradas nesses locais estão os roedores, insetos e aves.

Os roedores, como ratos e camundongos, são atraídos pelas áreas de armazenamento de alimentos e resíduos. Eles podem causar danos estruturais e transmitir doenças, representando um risco à saúde pública.

Os insetos, como baratas, mosquitos e moscas, também são comuns em áreas aeroportuárias. Eles podem se proliferar rapidamente devido às condições favoráveis, como umidade e acúmulo de lixo.

As aves, como pombos e gaivotas, são atraídas pelas áreas abertas e pela presença de alimentos. Elas podem causar danos às estruturas dos prédios e representar um risco à segurança dos voos.

Para controlar as ocorrências de pragas em áreas aeroportuárias, é fundamental adotar medidas preventivas, como a vedação de possíveis pontos de entrada, o armazenamento adequado de alimentos e a limpeza constante do ambiente.

Além disso, a contratação de uma empresa especializada em dedetização é essencial para realizar o controle e a eliminação das pragas de forma eficaz e segura.

É importante ressaltar que a presença de pragas em áreas aeroportuárias pode comprometer a operação do local, causar prejuízos financeiros e afetar a imagem da empresa responsável pela gestão do aeroporto.

Portanto, a prevenção e o controle das pragas devem ser prioridades para garantir a segurança e o bem-estar de todos que circulam pelas áreas aeroportuárias.

Compartilhar:

Anuncie aqui

Entre em contato para anunciar no

Portal Conectar Niterói

× Como posso te ajudar?